sexta-feira, 16 de março de 2007

Vazia menina...


Em prantos estava...
Aquela doce menina...
Andando descalça...
Temia e corria...
E quando era a hora...
Aurora do dia...
Ela endireitava seus cabelos...
E assim se fazia...

Vazia...


Vazia...


Suas vestes não a cobriam...
E tudo o que se podia ver era nada...


Vazia a menina corria...


Desmedida...
Desvairada...
Destemida...



No campo coberto de flores ela vivia...
E se perdia...


Vazia porque nunca deixou sua alma ser penetrada...
E o amor invadir o coração...


E assim...


Sempre temia...

E por isso...sempre corria!!!


(Suy)

Um comentário:

Joseph Jr. disse...

Meu deus irmãzinha, Como sempre se superando....
ótimo texto!