quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

. Disfarce .

.
.

Pinto meu rosto para disfarçar esse sentimento
Calo-me por inconformismo
Pois de mim passam longe as obviedades
E eu nem sequer lamento
.

Escondo meu corpo pra enganar a platéia
De que adiantam as histórias mal contadas?
Se a verdade dilacera aqui por dentro
E perfura tanto a minha alma
.

Corro depressa sem medo de cair
Para quando olhar para trás não mais vê-lo
Fingir guardar esse eterno segredo
Enclausurar todo esse medo
.

Quanto mais pinto, escondo, corro
Mais vejo a nitidez das linhas de sua face
E nas últimas palavras não consta mais aquela cláusula
Que me mantinha longe do teu abraço!
.
(Suellen Verçosa)

4 comentários:

Gabriela disse...

Oi linda...

Vista-se de você mesma então, dê a cara a tapa, saia por cima e verá que ninguém é melhor ou pior, mas q em determinadas circunstâmcias, você pode sobressair...

super beijo

Wesley Diogenes disse...

Meo Deos, não sabia que vc era uma excelente poetisa!

Achei lindo o poema, lindo mesmo!

Tow acompanhando o teu blog agora, criei um e lhe deixei favoritada!

Beijos e esperarei outras lindas poesias como essa.

=*

Wesley Diogenes disse...

ah visita meu blog tbm!

Bob disse...

Ola, tudo bem?
Que blog lindo,estou passando para propor parceria a você, com a troca de links ou banner.Eu adiciono seu lin no meu blog e vc o meu.Seria otimo para aumentar nossas visitas e com isso trazer novos leitores para apreciar nosso trabalho.Tambem tenho um banner np meu blog, se quiser adicionar ao seu é só copiar o código que ta la, e colar.Aguardo resposta.Um super abraço;

http://poemasepoesias-blog.blogspot.com/