segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Mi Madrecita

.

Aquela mulher
Com todas as suas curvas
De adornos imponentes
E delineada cintura

.

De aparência formosa
De olhares repletos de candura
Com um semblante de bravura
E uma história de luta

.


A mulher
A mãe de seis filhos
Com sua divina coragem
Deu abrigo, alimento e carinho

.

Em seus seios estão estampadas seis vidas
Dos seres que colocou no mundo
Aos quais ama plenamente
E zela pelos seus futuros

.

Afetuosa
Mãe cuidadosa
Preocupada
Mãe valorosa
.

Ah, o que seria de mim sem seu colo
Se seus sorrisos me aquecem o coração
Ah, quem me dera recompensar tanto amor
Se vezes abriu mão de si, para se doar a nós

.

Sofre, Chora
Mãe, como podes ser tão amorosa?

.

Mesmo em nossas revoltas
Mesmo em palavras duras
Mesmo no dia-a-dia que és desvalorizada
Não se abate
O perdão sempre faz parte de sua glória
.


Carrego teus genes
Tuas linhas
Mas não tuas marcas
De mãe protetora

.

Ai de mim poder ser mãe como a minha
Ai de mim poder dar tanto sem pedir nada em troca
E que dela eu possa um dia cuidar
Mostrar que aprendi com ela
O verdadeiro sentido do “amar”

.

(Suellen Verçosa)


OBS: Essa poesia eu fiz para minha mãe (foto), que completa mais uma primavera no dia 15 deste presente mês. Procurei uma forma de agradecer pelos 20 anos que ela atua como um exemplo de conduta, moral, amor, entre muitas outras coisas na minha vida. Pela pessoa forte que ela é, pelo caráter ímpar, pelo amor que dedica todos os dias aos seus 6 filhos, apesar dos vários erros que cometemos,e pelo que deixamos muitas vezes de dizer, mas esse amor é aquele que faz o coração se sentir confortável e esquecer de todo o resto.


3 comentários:

Berkmis Viana disse...

Suellen...

Muito bom os versos!!

Tava lendo teu blog...

Adorei tuas poesias...

Vista o meu... Pode ser q goste!

Até a proxima!

Grande abraço,

Berkmis Viana

Maldito disse...

Parabens,...muito bom,...coincidentemente foi aniversario da minha mãe na sexta e eu to bemmmm longe dela,...
Bjs

helen ps disse...

Linda homenagem, Suellen. Podes ter certeza que quem sabe valorizar a mãe que tem será também uma boa mãe.
Parabéns às duas!

Abraço,

PAZ e LUZ